Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

0.87 cêntimos

0.87 cêntimos

Há uma pessoa da minha família

Helena, 19.04.24

Que tem muito medo de morrer.

Ando muito tétrica ultimamente!

E há muitas pessoas que têm esse medo.

Querem viver tudo hoje como se não houvesse amanhã.

E está tudo bem.

Como os tratamentos que faz há mais de década e meia, são bastante agressivos, ao longo dos anos foram-lhe roubando aos poucos a alegria de viver.

Quer, mas não pode. A vida não o deixa. E sempre que se aventura ou arrisca-se mais do que deve, saí-lhe caro.

Eu por outro lado, não sei se é estranho ou não, nunca tive medo de morrer. Considero algo perfeitamente natural. Se calhar porque acho que já vivi muito, já fiz muita coisa, está o dever cumprido ( já me podiam dar a reforma) , mas não, ainda me faltam muitos anos!

Claro que não dava jeito agora, que tenho os putos menores e precisam de mim.

Há quem diga que depois de morrermos podemos ir para o inferno, mas há quem diga que o inferno já é aqui em baixo na terra e que não existem provas que nos digam o contrário.

Hoje vi um filme, que já tinha visto, mas há partes que já não me lembrava. Dois homens conhecem-se no hospital, e estão em fim de vida. Antes de morrerem, fazem uma viagem juntos, e no cimo das pirâmides, um diz-lhe, segundo a tradição egípcia, que para entrar nas portas do paraíso tem que responder a duas questões: " Encontraste a felicidade?" e a segunda: "Contribuíste para a felicidade dos outros?"

Qual seria a vossa resposta a estas perguntas? Estou curiosa!

 

6 comentários

Comentar post