Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

0.87 cêntimos

0.87 cêntimos

Papel de vítima

Guarda rios, 18.01.24

Vi isto num post do instagram, e pensei que fosse útil partilhar.

Às vezes quando sofremos com uma situação, assumimos o papel de vítima,  e atribuímos as culpas inteiramente aos outros.

Obviamente que isto não quer dizer que o outro não tenha a sua parte de culpa.

Mas significa também, que muitas vezes não assumimos a nossa parte.

Ou seja, muitas vezes escapamos à responsabilidade que também temos.

Uma das coisas que nos devemos perguntar é:

Como contribuí para a situação?

Qual foi o meu papel nisto?

Estabeleci limites?

Disse que não? ou alinhei?

E quando nos permitimos a responder a estas perguntas, verificámos que de alguma forma contribuímos também para a situação.

Quando assumimos o nosso papel, deixamos de ser vítimas e aí já agimos de outra maneira e ao tomar consciência onde errámos, já não voltamos a errar e já conseguimos desembrulhar a situação.

 

6 comentários

Comentar post