Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

0.87 cêntimos

Sinal vermelho

por Helena, em 25.08.23

Esta notícia acerca do sinal vermelho despertou-me a atenção há dias.

Uma mulher acidentalmente foi atropelada quando passava numa estrada com sinal vermelho e acabou por falecer.

E porquê me despertou a atenção?

Supostamente quando se passa num sinal vermelho perdemos a razão, certo?

Errado. E isso foi o que a companhia de seguros do motociclista pensava, que tinha razão.

A família da falecida resolveu colocar o caso em tribunal, e obter uma indeminização devido aos prejuízos causados e falecimento da senhora.

Ganhou o caso, sendo atribuída culpa de 70% à senhora, devido a ter atravessado a estrada com sinal vermelho e ao motociclista de 30% da culpa. A companhia de seguros era obrigada a indeminizar a família em cerca de 34 mil euros.

Não satisfeito com a decisão do tribunal, a companhia de seguros resolveu recorrer.

Resultado: a nova decisão decretou que a culpa era 50/50 para cada uma das partes.

E porquê?

Porque embora a senhora tivesse passado num sinal vermelho, devido a imprudência da sua parte, foram analisadas as provas de perícia na estrada, e o motociclista encontrava-se ainda a uma boa distância, numa estrada com boa visibilidade e não havia registo de ter efetuado uma única travagem na estrada antes do acidente.

Resultado: a companhia ficou obrigada a pagar cerca de 54 mil euros.

6 comentários

Comentar post